Envíanos un email a discernir@discernir.info Síguenos en Facebook Suscríbete a nuestro canal de YouTube Síguenos en Twitter Arriba
"Y enseñarán a mi pueblo a hacer diferencia entre lo santo y lo profano, y les enseñarán a discernir entre lo limpio y lo no limpio. "(Ez. 44:23)
Artículos
Condutas que Se RepetemLeer Condutas que Se Repetem en españolLer Condutas que Se Repetem em Português
Conductas que Se Repiten

O ser humano costuma repetir condutas, sem importar a raça, a formação, a cultura ou o tempo no qual está vivendo.

A Bíblia é riquíssima na hora de nos mostrar essas condutas e nos alertar sobre o que devemos aprender a não reproduzir.

Em Gênesis 3 encontramos um desses textos que nos ilustram sobre a conduta que o ser humano repete uma vez após outra, obtendo sempre os mesmos resultados desastrosos. Mas, nem por isso, deixa de ser a mesma coisa.

Nesse caso, trata-se de não reconhecer a responsabilidade pelas suas próprias ações, uma conduta que é seguida pelo hábito de jogar a culpa nos outros.

Quando o homem pecou, desobedecendo a Deus e comendo da árvore que Deus lhe tinha mandado que não comesse, primeiro costurou um avental para cobrir a sua nudez. A nudez do home se devia a que, ao pecar, perdeu a cobertura de glória que lhe permitia estar na presença de Deus.

Porém, o avental que ele costurou não foi suficiente para que o homem sentisse a confiança de estar na presença de Deus e, por isso, quando ouviu que Ele estava se aproximando, teve medo e se escondeu.

Vemos, então, que Deus lhe pergunta o quê tinha acontecido e o homem, em vez de assumir a sua responsabilidade e pedir perdão e misericórdia, tenta responsabilizar a Deus pela mulher que lhe tinha dado. Quando Deus dá a oportunidade a Eva de reconhecer a sua responsabilidade, ela segue a mesma conduta que Adão e joga a culpa na serpente.

Hoje em dia, vivemos em uma sociedade na qual o ser humano é exaltado ao máximo e a auto justificação é estimulada por qualquer desculpa: a falta de oportunidade de estudar, um lar destruído, a falta de compreensão dos pais, etc. Ninguém se sente responsável pelos seus próprios atos nem reconhece que fez as coisas mal.

Mas, perante Deus, as desculpas não valem. A Palavra de Deus diz que "o tempo e a sorte pertencem a todos". (Eclesiastes 9:11)

Deus deu para Adão e Eva, individualmente, a oportunidade de reconhecer a sua desobediência, o seu pecado, e de serem restaurados. Ambos optaram pela conduta errônea de jogar a culpa do seu pecado no outro e acabaram sofrendo sérias consequências por causa disso.

Aprender com os erros alheios é uma das coisas mais sábias que podemos fazer na vida. Ler a Bíblia, prestando atenção nas condutas erradas e considerar as consequências que acarretam, pode nos poupar muitíssimos desgostos na vida.

O melhor que o ser humano pode fazer diante de Deus é adotar uma conduta humilde, reconhecendo quando age mal, e pedindo perdão. O perdão de Deus é o único que traz restauração.

"Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração." (Hebreus 4:7) A humildade perante Deus é sabedoria e por isso Jesus nos ensinou a segui-lo e ser humildes e mansos.

Recomende esta páginaLer a Política de Cookies e Privacidade


Quer receber uma cópia do e-mail? Sim Não

Ir a la Hemeroteca