Envíanos un email a discernir@discernir.info Síguenos en Facebook Suscríbete a nuestro canal de YouTube Síguenos en Twitter Arriba
"Y enseñarán a mi pueblo a hacer diferencia entre lo santo y lo profano, y les enseñarán a discernir entre lo limpio y lo no limpio. "(Ez. 44:23)
Artículos
De Mulheres, Homens e Discípulos de Cristo Leer artículo en españolLer em Português
De Mulheres, Homens e Discípulos de Cristo

Jesus disse sobre a vinda do Espírito Santo: "recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra." (Atos 1:8)

A Bíblia não diz em nenhum lugar que ali só havia homens. Todos eram discípulos de Jesus e o Espírito Santo veio igualmente sobre todos, com a função de habilitá-los para que fossem testemunhas de Jesus.

Depois de receber o Espírito Santo, Pedro se levanta e diz que esse era o cumprimento da Palavra de derramar o Espírito sobre TODA carne.

Não há acepção de pessoas por sexo (Romanos 2:11, Tiago 2:9)

Resumindo: fazer discípulos é obrigação de qualquer pessoa que seja parte da Igreja de Cristo e para isso deverá estar cheio do Espírito Santo.

Não é uma questão de sexo, mas sim, de ser ou não discípulo.

O que é ser um discípulo, conforme o Senhor da Igreja?

"Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos." (João 8:31)

Ou seja, para ser discípulos de Cristo, é necessário permanecer em Sua Palavra. Não diz nada de sexo. Não há acepção de "discípulos" por sexo

O derramar do Espírito Santo foi assim: "Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados.

E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma. E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem." (Hechos 2:1-4)

Notemos que, além de não fazer acepção de pessoas por sexo, este texto diz que TODOS foram cheios do Espírito Santo. Mas não faz alusão a que houvesse uma versão feminina e uma masculina de tal "derramar do Espírito Santo", senão que veio por IGUAL para TODOS.

Também não diz que o Espírito Santo fosse derramado em maior ou menor medida conforme o sexo de quem o recebia, senão que TODOS foram cheios e TODOS começaram a falar em outras línguas.

"Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos" (João 8:31)

Em essência: todo este assunto de "ir e fazer discípulos" e de "ser testemunhas" de Cristo não tem nada a ver com o sexo da pessoa, senão com que a pessoa em questão permaneça na Palavra de Cristo e seja cheia do Espírito Santo; tem a ver com que a pessoa, homem ou mulher, seja verdadeiramente discípulo de Cristo.

Sendo assim, a pergunta é: Por que dois mil anos depois desse impressionante evento, ainda continuamos permitindo que fariseus que nem sequer se converteram, discriminem a mulher no serviço a Cristo?

Se o próprio Senhor da Igreja não fez acepção de pessoas por sexo, quem são uns poucos nicolaítas para impedir que a metade do Corpo de Cristo exerça seu privilégio e obrigação de testificar de Cristo?

No há disculpa: todo filho de Deus, homem ou mulher, tem 0 mandato e o direito de fazer discípulos e para isso recebeu o Espírito Santo.

"Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." (Mateus 28:19-20)

Recomende esta páginaLer a Política de Cookies e Privacidade


Quer receber uma cópia do e-mail? Sim Não